Quer começar o ano bem? Confira nossas 9 dicas

MEI
Publicada em 09/01/2019 - Fonte: Serasa Empreendedor

O final do ano costuma ser uma boa oportunidade para pensar o planejamento da própria vida. É o momento ideal para pensar quais ações você quer começar, dar continuidade ou finalizar. Mas é claro que tudo tem de ser feito com um pezinho na idealização e outro na realidade. Mas como se faz isso? Confira conosco!

Antes de mais nada, é importante estar ciente das diferenças entre um planejamento de curto, médio e longo prazo. Ter um tempo estimado de cada objetivo ajuda a não se frustrar rapidamente com algo que deve ter muito mais empenho, por exemplo. Vamos começar?

1. Faça uma retrospectiva do seu ano

Pode ser tentador buscar esquecer o ano que passou, quando ele não foi exatamente o que você esperava. Mas é numa retrospectiva que você pode descobrir onde estão suas falhas e no que é possível melhorar.

É também, nesse momento, a hora de repensar os objetivos a longo prazo. A ideia é ter uma autocrítica para avaliar bem os pontos que você precisa desenvolver e aquelas atividades que precisam ser descartadas.

2. Estabeleça objetivos

Pense naquele curso que você quer fazer, aquele investimento em Tesouro Direto para um rendimento que você quer ter ou aquela viagem que você sempre pensou. É neste momento que tudo deve sair da sua cabeça para uma folha ou arquivo digital.

Só estabelecendo objetivos e colocando um tempo, uma meta, para cada um é que você terá noção do esforço necessário para cumpri-lo. Mas cuidado: não se proponha metas inalcançáveis ou difíceis demais para serem cumpridos no prazo que você estabeleceu

3. Finalize ou dê uma solução para o que está incompleto

Você começou a estudar um novo idioma, mas não chegou ainda ao nível que queria? Esse é um exemplo de objetivo incompleto que você tem de arranjar uma solução para os meses seguintes.

As alternativas podem ser: parar definitivamente, dar uma pausa para voltar posteriormente ou continuar no mesmo ritmo ou numa velocidade diferente. Mas é importante que você não o deixe de lado sem um planejamento. Do contrário, pode virar uma dor de cabeça.  

4. Estabeleça um cronograma para atividades diárias

O planejamento para começar o ano bem tem que estar presente também nas atividades diárias. Não adianta ter objetivos, mas no dia a dia, passar tempo demais respondendo e-mails, acessando as redes sociais ou saindo de casa, sem cumprir uma tarefa diária que seria feita do seu lar, por exemplo.

tela com vários icones de redes sociais, entre elas facebook, twitter linkedin e instragram
Limite o uso das redes

5. Limite o uso de redes sociais

Não há dúvidas que as redes sociais de fato trazem diversos benefícios no sentido de facilitar as conexões. Mas também é cientificamente objeto de estudo o mal estar que ela pode causar quando usada em excesso. Os males vão de ansiedade à depressão.

Fique atento ao tempo gasto vendo a vida dos outros e lendo posts que podem não acrescentar em nada no cumprimento dos seus objetivos. Atualmente, alguns apps já vem com um alerta embutido por tempo de uso, estabelecido pelo próprio usuário. Existem também aplicativos específicos para limitar esse tempo.

6. Preste atenção na sua rede de contatos.

Ao mesmo tempo em que não se deve perder tempo demais com redes sociais, são elas que podem ajudar você a manter contato e estabelecer novos vínculos com quem pode te ajudar a alcançar suas metas, em especial quando você é um MEI ou ME. Aquele colega que conseguiu um trabalho onde você queria pode estar procurando por um novo colaborador. Mas como ele vai lembrar de você se não existe mais contato?

É importante também lembrar da forma mais tradicional de networking: o contato físico. Participe de pequenas oficinas, palestras e workshops. Esses eventos podem te colocar em contato com pessoas, do mercado ou não, que te deixarão mais próximo daquilo que você almeja. Também vale a pena chamar aquela pessoa que você admira para um cafezinho ou mesmo ligar para ela.   

Mas faça o networking com planejamento. Não saia atirando para todos os lados. As pessoas também conversam entre si e podem ver com maus olhos, se sua abordagem for parecida com todos ou mesmo for inadequada de modo geral.   

7. Saiba o que você quer

Parece óbvio dizer que para saber como começar o ano bem é preciso saber o que você deseja. Só que seus objetivos, como o passar do tempo, podem não ser tão claros quanto você achava. Por isso, é importante considerar a contratação de um coach. Esse é um profissional que ajudará você a fazer as perguntas certas que, aí sim, podem te levar à elaboração de objetivos para os próximos meses ou anos.

Aqui no blog também já contamos sobre um outro profissional que pode ajudar nesse processos de saber seus desejos, entre outras coisas: o mentor. Saiba a diferença entre mentoria e coaching.

8. Pratique o autoconhecimento

Se você não sabe quem você é e por que você toma suas ações no dia a dia e a longo prazo, pode ser difícil saber como começar o ano bem. As dicas acima podem ser aplicadas com maior ou menor intensidade, mas primeiro o que deve se levar em conta é sua personalidade.

Por isso, considere um analista. Apesar de ainda estigmatizadas, consultas periódicas com psicólogos ajudam a “destravar” determinados setores da vida e ajudar você a aprender a lidar com uma mentalidade não tão positiva. A resposta para como começar o ano bem pode estar também num consultório.

Existem hoje mais de 400 técnicas de terapia. Pode ser que uma técnica deixe você mais confortável que a outra, mas só há um modo de descobrir: experimentando. Apesar de ainda pouco acessível, existem diversas instituições – em especial universidades – que podem oferecer em sua cidade esse serviço a um preço bem mais em conta.      

9. Anote

Vale registrar as metas e o que já passou. Tanto de uma forma esquematizada, quanto de uma maneira mais despretensiosa, como num diário. Além de deixar as coisas mais claras, escrever – e isso é cientificamente comprovado – pode ajudar você a reter mais informação e contribuir com sua saúde mental e física. E ainda deixar você menos estressado.  

Gostou das nossas dicas sobre como começar o ano bem? Então, compartilhe este post nas redes sociais. Até a próxima!

 
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: