Pensando em abrir uma franquia em 2019? Conheça os prós e contras desse modelo!

Mercado
Publicada em 26/12/2018 - Fonte: Serasa Empreendedor

Em meio a tantas informações sobre crise no Brasil, é bem impressionante acompanhar os dados de crescimento das franquias. Acredite: há pelo menos 2 anos, esse setor cresce acima da média.

Dados da Associação Brasileira de Franquias (ABF) mostram que o faturamento desse modelo de negócio cresceu 8% em 2017, passando de 151,2 bilhões de reais, no ano anterior, para 163 bilhões quando o levantamento foi feito. Também em 2017, o número de franquias ultrapassou 145 mil, o que representa um aumento de 2% em relação ao ano anterior. Atualmente, o mercado brasileiro tem nada menos que 2,8 mil redes de franquia!

Ao ler tudo isso, se você está pensando em empreender, certamente vai achar que o caminho é mesmo abrir uma franquia, certo? Mas será que o setor só tem vantagens? Você conhece bem esse modelo de negócio para saber quais são seus prós e contras? Pois é sobre isso que vamos falar aqui!

Acompanhe os próximos tópicos para, ao fim, conseguir analisar se tem o perfil e as condições necessárias para ser um franqueado!

Quais são as vantagens de abrir uma franquia?

Além de entrar em um mercado que está em plena expansão, a abertura de uma franquia pode oferecer ao empreendedor uma série de benefícios. E isso vale especialmente para quem ainda não tem muita experiência na gestão de negócios, viu? Veja o porquê a seguir!

Marca reconhecida

O investimento de dinheiro em uma marca que já é reconhecida pelo mercado faz toda a diferença, principalmente em relação à demanda de clientes e aos custos de divulgação. Esse é, portanto, um ótimo motivo para se estudar a possibilidade de apostar em uma empresa já consolidada.

Mas não se engane! Mesmo que a franquia já tenha um nome conhecido pelo público, é preciso conhecer o mercado em que você pretende investir. Procure saber se realmente existe procura por aquele produto ou serviço, se não há concorrentes muito próximos do local onde pretende instalar a empresa, entre outros fatores.

Suporte de marketing e jurídico

Quem opta por esse modelo de negócio costuma receber toda a estrutura de suporte ao marketing e à gestão do negócio. Em geral, as franquias também oferecem apoio jurídico aos franqueados.

Não tem como negar que, com isso, você terá uma preocupação a menos! Sem contar que reduz consideravelmente os custos do negócio. Além disso, as chances de sucesso aqui são naturalmente maiores do que ao optar por abrir um negócio do zero.

Demanda estudada

Outra vantagem da abertura de uma franquia é que o franqueador experiente já tem um plano de expansão traçado. Caso você seja aprovado para abrir uma franquia com a marca dele, portanto, é bem provável que a demanda pelo produto ou serviço já tenha sido estudada na região onde a nova empresa abrirá as portas.

Fora isso, o franqueador certamente já conhece (e vai repassar ao franqueado) muitas informações sobre concorrência, bem como sobre estratégias de vendas. Dessa forma, você conseguirá se inserir da melhor maneira possível no mercado, aumentando consideravelmente suas chances de sucesso.

Modelo de negócio testado

Uma das grandes vantagens de uma franquia é que todos os testes sobre o produto ou o serviço oferecido já foram feitos. O consumidor já conhece o que vai receber ao procurar aquela empresa. Além disso, o franqueado aproveita a credibilidade da marca para conseguir preços e prazos melhores junto a fornecedores.

Treinamento voltado para a gestão

Especialmente para quem não tem experiência na gestão de uma empresa, investir em uma franquia pode ajudar a garantir que o negócio não sofrerá com imprevistos, crises ou falhas na administração. Afinal, as franqueadoras costumam acompanhar de perto os resultados e oferecer treinamentos a seus parceiros, além de dar suporte com consultorias e oferecer um manual de procedimentos próprio.

empreendedor escolhendo entre inumeras franquias que temos hoje.
Franquias

Mas será que é sempre bom ser um franqueado?

Assim como em todas as áreas da economia, existem também contras em relação à abertura de uma franquia. Por isso, é importantíssimo descobrir se você tem o perfil para seguir em frente com esse tipo de negócio. Conheça as principais desvantagens de ser um franqueado!

Limitação da criatividade

Se você é uma pessoa extremamente criativa, que gosta de dar ideias e fazer mudanças no negócio para atrair mais clientes, achará difícil ser feliz abrindo uma franquia. Em geral, as franquias têm um manual que deve ser seguido à risca para que haja padronização e reconhecimento da marca por parte do público. Isso vale para produtos, fornecedores, plano de marketing e até mesmo forma de atuação.

Nesse cenário, portanto, é preciso canalizar a criatividade para outros setores, uma vez que o franqueado é constantemente controlado para que não aconteçam falhas e para que a cultura do negócio seja preservada.

Pagamento de taxas

É importante que saiba que sua ligação financeira com a franqueadora não se limitará ao valor investido no início da operação. Há também a chamada taxa de franquia, que deve ser paga na assinatura do contrato e depois, ao longo do tempo, incidindo sobre os lucros obtidos.

Escolha de fornecedores

Como franqueado, você não pode escolher seus próprios fornecedores. Essa é uma situação que também limita a atuação de quem decide abrir uma franquia. Nesse caso, os fornecedores são indicados pela empresa, a fim de manter a padronização dos produtos e serviços, proporcionando assim o fácil reconhecimento da marca pelos consumidores.

Imposição da localização

Você já tem um imóvel onde pretende abrir sua empresa? Pois saiba que ele terá que passar pelo crivo da franqueadora. Lembre-se, afinal, de que a localização é um dos pontos-chave para o sucesso de qualquer negócio. Nesse caso, portanto, sua ideia e o imóvel em questão serão estudados, avaliando se estão alinhados com os planos de expansão da empresa.

Rigidez dos contratos

Os contratos com empresas franqueadoras costumam ser bastante rígidos, devendo ser seguidos à risca pelos franqueados. É preciso muita atenção às cláusulas que podem resultar em rescisão ou até mesmo no pagamento de multas pelo não cumprimento das regras estabelecidas.

Risco do negócio

Por mais vantagens que tenhamos apresentado aqui para a abertura de uma franquia, sempre existem riscos. Eles podem estar relacionados desde a possíveis problemas com o cumprimento do contrato, como atrasos nas entregas e queda na rentabilidade prevista pelo franqueador, à perda de qualidade no atendimento aos clientes, entre outras possibilidades.

Se você não estudar bem o modelo de negócio em que pretende investir, ainda pode acabar optando por uma franquia não consolidada, que não oferece o suporte prometido ou que não é eficiente como você deseja. Melhor se prevenir, não acha?

Com os prós e contras que apontamos neste post, você certamente conseguirá avaliar se abrir uma franquia é mesmo um bom negócio para você. E atenção: antes de tomar qualquer decisão, pesquise o mercado, procurando identificar aquelas empresas que se encaixam no seu perfil e na localização onde pretende atuar, além de claro, oferecerem as vantagens financeiras que espera colher da parceria.

Agora que já conhece melhor o mercado de franquias no Brasil, que tal aproveitar para aprender a fazer um planejamento? Tire aqui suas maiores dúvidas sobre a abertura de uma MEI ou ME!

franquias para fazer parte

Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: