Antes de se tornar um empreendedor, responda a essas 4 perguntas!

MEI
Publicada em 31/12/2018 - Fonte: Serasa Empreendedor

É cada vez maior o número de pessoas em busca da realização profissional por meio da abertura do próprio negócio. Para se tornar um empreendedor bem-sucedido, no entanto, é preciso ter em mente que os desafios a superar são grandes.

Neste post, queremos ajudá-lo a refletir sobre a importante decisão de se tornar um empreendedor. Para isso, elaboramos 4 perguntas, cujas respostas podem ser determinantes na sua escolha. De bônus, ainda listamos algumas dicas para você alcançar logo o sucesso.

Aproveite a leitura e comece agora mesmo a refletir sobre seus próximos passos!

Vamos ver quantas vezes você responderá sim?

As 4 perguntas que listamos a seguir podem ajudá-lo a identificar se já está pronto para ser um empreendedor. É preciso fazer uma autoanálise sincera e profunda para chegar a uma conclusão ao final desta leitura, ok?

1. Você está preparado para assumir riscos financeiros?

Se você é jovem, recém-formado e sem muitas obrigações financeiras, sofre menos com os riscos de abrir um novo negócio do que alguém que já está no mercado há mais tempo, tem família, financiamentos para pagar, entre outras despesas comuns à vida adulta.

Independentemente do tipo, do segmento e do valor investido, o início de todo empreendimento é sempre arriscado. É preciso ter em mente que nem todas as ideias têm sucesso. Deve-se sempre pensar, portanto, na possibilidade de perder tudo. Não é pessimismo, mas precaução.

Além disso, no começo, é comum que você não receba o retorno suficiente para pagar as próprias contas. Diante disso, se você tem algo a perder, o melhor é começar seu empreendimento de forma paralela a seu trabalho atual.

É fundamental calcular os riscos da sua ideia para assumir sua responsabilidade social. Para isso, é preciso pesquisar sobre o segmento em que pretende atuar, procurar por indicadores e informações que ajudem a fazer essa análise, rumo a uma tomada de decisão acertada.

2. O que você vai fazer se não der certo?

Muitas vezes, as pessoas que desejam empreender acabam travando essa vontade justamente ao responder (ou não) a essa pergunta. E é mais que natural, já que se imaginar sem rumo caso o negócio não dê certo é temeroso. As consequências financeiras de um negócio que não vai adiante podem ser devastadoras.

É preciso ainda considerar a pressão social que envolve o fracasso de uma empreitada. Por essas e outras, trate de avaliar muito bem todas as possibilidades antes de se tornar um empreendedor para que consiga dar esse passo com mais segurança.

3. Você está disposto a viver com menos?

Já passou por sua cabeça que, ao iniciar seu próprio negócio, você provavelmente deverá abrir mão de benefícios que tem atualmente, trabalhando como empregado? Estamos falando principalmente de férias, fundo de garantia e décimo terceiro. Mas há também outras variáveis em jogo.

Muitos empreendedores acabam tendo que economizar na vida pessoal para investir no negócio, trocando almoços por lanches e encontros com amigos por trabalho até altas horas da madrugada. É preciso se colocar nesse tipo de situação para perceber se há disposição para seguir em frente mesmo diante das adversidades.

4. Você está disposto a se dedicar?

A essa pergunta, a única resposta aceitável é sim. O empreendedor deve ter comprometimento e se dedicar integralmente a seu negócio, principalmente nos anos iniciais. Sem essa característica, você dificilmente se tornará um empreendedor de sucesso.

Entenda desde já: abrir uma empresa significa assumir a responsabilidade tanto sobre seus ganhos como sobre seus funcionários, clientes e fornecedores. A ideia parece boa?

Como se tornar um empreendedor bem-sucedido?

Algumas dicas podem ajudá-lo a se tornar um empreendedor de sucesso. Veja quais são os passos para tornar esse sonho real!

Analise profundamente a ideia

Muitas vezes, temos uma ideia de negócio, mas ainda não fizemos uma análise real de sua viabilidade e solidez. É preciso pesquisar dados de mercado, informar-se sobre a demanda para o produto ou serviço que deseja oferecer e qual modelo deve ser seguido para que a empresa seja criada de acordo com sua vontade e com a necessidade do mercado.

Procure um diferencial

milhares de empresas sendo abertas todos os dias no Brasil. À primeira vista, a impressão é de que todas as ideias já foram usadas, não é mesmo? Mas não é verdade. Para se consolidar em um mercado já tão cheio de coisas novas, você precisa encontrar seu diferencial no segmento em que pretende atuar.

Atualmente, a inovação é fator primordial para o sucesso de um negócio. Com ela, você tem mais chances de se lançar no mercado com mais força desde o início.

Faça um planejamento

A morte prematura de empresas está quase sempre diretamente ligada a uma falta de planejamento estratégico e financeiro. Fazer um plano de negócios é fundamental e vai servir como guia, em especial nos momentos mais difíceis, para você seguir adiante com suas metas, ações e objetivos.

Encontre os melhores parceiros

Ainda que atue como Microempreendedor Individual, você certamente precisará de parceiros ao longo da sua jornada no empreendedorismo. Busque quem tem perfil e valores parecidos com os seus e que sirvam como complemento para sua atuação. Essa dica vale tanto para quem vai contratar como para quem vai buscar fornecedores.

Use métricas e indicadores de resultados

Independentemente da sua área de atuação, é preciso, desde o início, criar indicadores que possam ajudá-lo a cumprir suas metas, analisando constantemente o desempenho do seu negócio. Esses dados servirão como base para tomadas de decisão mais certeiras.

Estude o mercado

Antes de mergulhar de cabeça em uma piscina, você avalia sua profundidade, não é mesmo? Pois também funciona assim com o mercado em que sua empresa vai se inserir! É preciso conhecer a concorrência, o público, as tendências de negócio, entre outras informações, para se tornar um empreendedor bem-sucedido.

Escute seus clientes

O relacionamento com os clientes será fundamental desde o início da sua empreitada. É com base na sua satisfação e em suas dores que você poderá corrigir, quando necessário, os rumos do negócio. Peça feedbacks constantemente e use as críticas a seu favor, para se desenvolver e melhorar seu atendimento.

E então, a resposta para a maioria das nossas perguntas foi sim? Você já tem uma empresa ou está se preparado para se tornar um empreendedor? Cadastre-se em nosso site e receba sugestões de conteúdo para capacitação e simulação de crédito empresarial, entre outras informações!

Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: