Como o micro empreendedor pode ser fornecedor de grandes empresas? Confira

Gestão do MEI
Publicada em 07/06/2019 - Fonte: Serasa Empreendedor
micro pequeno empreendedor

Para quem é micro empreendedor, é comum ter o sonho de se tornar fornecedor de grandes empresas. Afinal de contas, um contrato com uma companhia de expressão no mercado pode assegurar um ótimo faturamento e ainda ajudar a expandir as operações das pequenas empresas.

Junto a isso, a parceria com uma organização de grande porte pode trazer inúmeros aprendizados, preparando os gestores e a equipe da sua empresa para lidar com desafios cada vez maiores. Ou seja, esse é um passo fundamental para que o micro e pequeno empreendedor também possa levar sua própria marca a um alto patamar.

É claro que, ao mesmo tempo, um movimento desses traz diversos desafios, que devem ser enfrentados de frente — e é justamente por isso que preparamos este post. Aqui, vamos mostrar como você pode alcançar esse sonho e alavancar o seu negócio. Confira a partir de agora!

Quais são os principais desafios para se tornar fornecedor de grandes empresas?

É normal que o micro pequeno  empreendedor enfrente alguns desafios quando se busca grandes empresas. Estar atento a tais desafios ajuda a se organizar estrategicamente para vencê-los. Veja a seguir os principais desafios:

Conquistar a confiança

As pessoas compram de pessoas em quem confiam. Mesmo que a sua maior intenção seja vender para grandes organizações, a longo prazo, você terá que convencer pessoas e não empresas. Por isso, é fundamental saber que um dos fatores que mais pesam para que os tomadores de decisão das grandes companhias decidam por um negócio ou outro é a confiança que têm no prestador do serviço.

Atender critérios exigentes

O processo de avaliação de fornecedores das companhias de largo porte é bastante estruturado e geralmente começa com o cadastramento da sua empresa no site. Depois desse passo e se houver a necessidade de aquisição do tipo de produto ou serviço que seu negócio oferece, você pode ser convidado a participar da fase de homologação para, somente depois, enviar os documentos para fechamento de parceria.

Esse tipo de procedimento tem o objetivo de avaliar se a sua companhia está em conformidade com as legislações trabalhista, tributária e fiscal, bem como verificar a saúde financeira do seu negócio, sua capacidade de pagamento, riscos de endividamento e outros critérios.

Os passos também servem para provar sua idoneidade e competência para atender até mesmo aos critérios mais burocráticos e exigentes. Uma vez passado esse processo, você pode se aproximar ainda mais de fazer negócios com essas organizações.

Vender seu peixe

Diante de grandes empresas, muitos empreendedores têm dificuldades na hora de falar sobre o seu negócio, bem como de explicar os benefícios e vantagens de seus produtos ou serviços. Apesar de comum, esse é um desafio que precisará ser transcendido caso você queira se tornar fornecedor de grandes companhias.

Para isso, não há outra forma que não seja praticar. As primeiras prospecções tendem a ser as mais difíceis, mas aos poucos o micro e pequeno empreendedor vai pegando o jeito de vender seu peixe sem parecer que está fazendo propaganda de si próprio.

Como atrair grandes parcerias sendo micro e pequeno empreendedor?

Agora que você já sabe dos desafios para um micro pequeno empreendedor se tornar fornecedor para grandes empresas, veja o que você pode fazer para atraí-las para seu negócio:

Tenha certificações

Certificações são diferenciais competitivos de qualquer empresa, que podem colocá-la à frente dos concorrentes. Conheça quais são as certificações exigidas no seu ramo de atuação e faça o possível para obtê-las.

É bastante comum que algumas PMEs entrem para o processo produtivo de uma grande companhia para atender a uma demanda específica, contratadas como fornecedoras pontuais. E, uma maneira que esses pequenos e médios negócios encontram para permanecer no ciclo é justamente conquistando certificações.

Profissionalizar um processo, seja ele de atendimento ou produtivo, e ganhar um carimbo que certifique esse serviço, certamente é um diferencial, pois sabe-se que é preciso ter responsabilidade e mérito para conquistar — e manter — uma certificação.

Hoje, muitas empresas com grande presença no mercado buscam parceiros responsáveis ambiental e socialmente. Isso é uma ótima oportunidade para que você faça o seu negócio se destacar.

Procure parceiros

Procure ficar de olho sobre projetos com empresas âncoras voltados para a sua área de atuação. Nesses casos, as grandes companhias podem entrar como financiadoras ou investidoras de parte dos processos de capacitação de pequenos distribuidores e fornecedores. Além disso, busque pela ajuda e conhecimento das entidades de apoio, como o Serasa Empreendedor.

Seja proativo

Fique sempre atento às oportunidades disponíveis no mercado, prospectando novos negócios e também fechando parcerias com outras companhias para prestação de serviços. Criar uma rede de empreendimentos pode funcionar como uma porta de entrada para trabalhar com grandes empresas.

Faça o possível para se manter próximo ao seu cliente e escutar o que ele precisa. Dessa troca de informações você pode ter ideias que resolvam o problema do consumidor e lhe gerem ainda mais credibilidade no mercado. Não se esqueça de acompanhar as inovações tecnológicas e ficar de olho nos passos dos seus concorrentes.

Identifique o tomador de decisões

É importante que você identifique quem é a pessoa responsável por decidir sobre a contratação. Para isso, também é essencial construir uma boa rede de contatos. Isso porque, o bom e velho boca a boca continua sendo a melhor forma de propaganda para um prestador de serviços. Se você realiza um bom trabalho e deixa seus clientes felizes, naturalmente eles lhe indicarão para outros negócios.

Mostre sua estrutura

Mesmo que seu negócio seja pequeno, procure demonstrar que você conta com a estrutura necessária para atender às demandas de uma grande empresa de forma comprometida e eficiente. Prepare seus números, dados atuais e capacidade de produção.

Também é fundamental apresentar seu portfólio de serviços de um modo profissional e que transmita confiança e credibilidade. Uma sugestão é ter um documento em PDF, devidamente formatado, para ser enviado por e-mail. Nessa apresentação você pode descrever brevemente alguns cases e destacar resultados que já conquistou atendendo outros clientes ou segmentos. Assim, você terá mais chances de ser encaminhado para o procedimento de seleção de novos fornecedores.

Revise sua contabilidade

Não se esqueça da importância de manter toda a sua documentação atualizada e organizada. Isso envolve desde o seu contrato social e exigências legais atualizadas, até o pagamento de impostos e nenhuma pendência comercial. Essa preparação facilita o processo quando o possível cliente solicitar esses dados.

Note que quem é fornecedor para empresas de grandes portes deve atender a um alto padrão de exigência, além de ser rigoroso no cumprimento dos prazos e na qualidade do serviço. Porém, também é preciso tomar cuidado para não se tornar um negócio de um único cliente.

Depois de ganhar a confiança e conquistar um “peixe grande”, você não pode cair na zona de conforto. Pelo contrário, é preciso manter um fluxo constante de prospecção e expansão para que sua empresa cresça cada vez mais.

Como o Serasa Fornecedor e o Serasa Empreendedor podem ajudá-lo nesta jornada?

O Serasa Fornecedor e o Serasa Empreendedor são dois programas criados para potencializar a atuação de micro e pequenas empresas no Brasil. Saiba mais!

Serasa Empreendedor

Além de oferecer diversos conteúdos e cursos gratuitos para capacitação de empresários, o Serasa Empreendedor promove o autoconhecimento organizacional, permitindo que a empresa crie consciência do seu próprio perfil e identifique o seu momento de atuação.

Outro diferencial interessante da plataforma é que ela facilita a obtenção de crédito a taxas atrativas, impulsionando o crescimento de diversos empreendimentos.

Serasa Fornecedor

Serasa Fornecedor fomenta parcerias entre diferentes empresas, proporcionando mais oportunidades de negócio para quem vende e mais segurança para quem compra.

Por meio da plataforma, você estabelece contato direto com uma cadeia de parceiros comerciais. Como fornecedor, é possível utilizar as informações do seu negócio a seu favor e conquistar novos contratos. Isso porque o Serasa Fornecedor coloca o micro e pequeno empreendedor em contato com uma grande rede de compradores que valorizam e reconhecem indicadores de confiança e relatórios.

Gostou deste conteúdo sobre como o micro pequeno empreendedor pode ser fornecedor de grandes empresas? Sim? Então, que tal seguir em frente para fechar ótimas parcerias? Entre em contato com o Serasa Empreendedor e conte com a nossa ajuda para dar o próximo passo!

Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: