Infográfico: 7 passos para escolher uma das melhores franquias para fazer parte

Mercado
Publicada em 12/12/2018 - Fonte: Serasa Empreendedor
empreendedor escolhendo entre inumeras franquias que temos hoje.

7 passos para escolher uma das melhores franquias para fazer parte

Infográfico: 7 passos para escolher uma das melhores franquias para fazer parte

Ser franqueado é uma boa oportunidade de empreender? Na verdade, não é uma boa pedida não… É ótima! Mas é preciso tomar alguns cuidados para acertar na escolha. Confira o que levar em conta para fazer parte da melhor franquia!

1. Escolha uma marca com credibilidade

A confiança é fator crucial para o sucesso de qualquer negócio. Por isso, é importante confirmar a qualidade dos produtos ou serviços da franquia por conta própria, além de conferir se a rede está filiada à Associação Brasileira de Franchising (ABF).

2. Avalie a prosperidade do nicho de mercado

É muito difícil (e arriscado) investir em algo que não conhece, não é mesmo? Para se garantir, procure por dados e estatísticas de crescimento do setor, busque saber mais sobre o público-alvo da franquia e analise a distribuição das filiais na sua região. Não tem mistério: é só entender mais sobre o mercado em que pretende ingressar!

3. Tenha atenção redobrada ao COF

O franqueado recebe a Circular de Oferta de Franquia (COF) depois que escolhe a rede de que quer fazer parte. Ali estão as principais informações do negócio, como direitos e responsabilidades dos franqueados, situação da marca, taxas, royalties e fornecedores obrigatórios. Leia esse documento com calma e procure o franqueador se restar alguma dúvida!

4. Analise a saúde financeira da franquia

Juntamente com a COF, a franqueadora deve entregar um balanço para o empreendedor interessado. Com esse documento, ele consegue avaliar a situação financeira da franquia. Cheque os números com atenção e pesquise em outras fontes se existe alguma pendência em relação às obrigações fiscais e tributárias da empresa.

5. Consulte os franqueados

Um bate-papo com os franqueados da rede é uma ótima ideia para conhecer a opinião de quem de fato tem experiência com aquela franquia. Ao entrar em contato, não pergunte apenas se eles estão satisfeitos com o negócio, mas procure realmente entender como está o desempenho da rede, como é o suporte dado e o que mais achar necessário.

6. Verifique qual é o capital inicial necessário

Está complicado conseguir capital para se lançar nesse mercado? Procurar por microfranquias pode ser a solução! Também chamadas de franquias baratas, essa categoria requer um investimento de não mais que 80 mil reais, de acordo com a ABF.

7. Descubra o tempo de retorno do investimento

A essa altura, você já tem as principais informações em mãos. Mas quando verá o retorno do investimento? Procure saber da rede franqueadora qual é o tempo estimado e entenda que tipo de performance ela espera do franqueado até atingir esse resultado. Descubra ainda qual é a lucratividade, já que franquias lucrativas têm um faturamento maior, provavelmente se pagando com mais rapidez.

Agora está mais confiante para fazer sua escolha pela melhor franquia? Deixe um comentário e divida suas impressões conosco!

Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: