Crédito online é seguro? Desvendamos 5 mitos

Finanças
Publicada em 08/05/2019 - Fonte: Serasa Empreendedor

Os aplicativos para dispositivos móveis são responsáveis por realizar duas em cada três transações bancárias junto de call center e internet banking no território brasileiro. O levantamento feito pelo Banco Central mostra o crescimento e o impacto que o crédito online passou a ter nos últimos anos.

Ainda que esse número tenha subido, as pessoas ainda têm muitas dúvidas quanto à segurança de contratação de crédito online. As razões para isso estão ligadas às possíveis fraudes e roubo de dados financeiros.

O fato é que hoje, em face da utilização de tecnologia no mercado, o crédito online é tão seguro quanto o feito pessoalmente e vamos explicar o porquê. Confira a seguir alguns dos principais mitos ligado ao assunto!

O que é crédito online e como solicitá-lo?

O crédito online tem muito em comum com o crédito tradicional. A maior diferença é que o primeiro permite a solicitação do valor quando e onde quiser, tudo feito pela internet. Ou seja, toda a transação acontece por meios eletrônicos desde a solicitação até a transferência do dinheiro para a conta, bem como o pagamento das parcelas do empréstimo.

Para solicitá-lo é bem simples:

  • acesse o site da instituição que emprestará o dinheiro;
  • faça uma simulação do valor que é pretendido para conhecer as taxas de juros e também os prazos;
  • preencha informações, tais como a razão para aquele empréstimo, o valor solicitado e o tempo de pagamento com mais exatidão. A partir disso, será feita uma análise e a liberação acontecerá pelo mesmo canal.

Quais os 5 principais mitos envolvendo o crédito online?

Apesar de ser uma alternativa em expansão, o crédito online ainda é envolto em uma série de mitos que costumam travar as ações das pessoas. Descubra quais são eles a seguir!

1. Você precisa pagar um montante determinado para conseguir o crédito online

O primeiro mito envolve o pagamento de um valor antecipado para poder receber o crédito. A ideia desse tipo de empréstimo é facilitar a sua vida, não complicá-la. Portanto, se alguma instituição cobrar uma taxa que seja para liberar o valor solicitado, é melhor fugir dela.

Aliás, tal pedido é considerado ilegal pelo Banco Central (BC), que é o responsável por regulamentar as empresas de crédito. O pagamento antecipado pode se tratar de um golpe, portanto, tenha atenção e não efetue a transferência de nenhum valor.

No site do próprio BC é possível consultar a idoneidade da instituição de crédito em questão. Essa ação ajuda a trazer mais segurança de maneira geral, afinal, a etapa que deve seguir o pedido é o recebimento do valor do crédito.

2. O empréstimo online é mais caro do que o solicitado em banco

Assim como nas instituições físicas, no meio online também encontraremos variação de juros, mas isso não significa que esse último será mais caro. Geralmente, aquelas empresas que conseguem oferecer o crédito online costumam até ter uma incidência de valores mais baixos. Isso acontece graças à economia que elas fazem por não terem que manter pontos físicos para o consumidor.

A estrutura simplificada permite o repasse de valores ao consumidor final. Com um custo de operação menor, o crédito online tem uma maior atratividade para quem precisa solicitá-lo.

3. Não é seguro solicitar crédito online

Outro mito envolvendo o crédito online está ligado à segurança da solicitação. Pelo processo ser feito todo online, as pessoas ainda têm receio de inserir dados, especialmente, no que diz a parte financeira devido aos casos de golpes.

No entanto, como dissemos, é preciso se preocupar em checar a confiança das empresas no Banco Central. Além disso, observe se há a solicitação de análise por meio de instituições de consulta ao crédito como a Serasa. Quanto mais criteriosa for a análise, melhores as taxas de juros e também mais segurança ao consumidor.

Desconfie de sites mal elaborados, com erros, sem consulta à Serasa ou mesmo que pedem um valor antecipado, por exemplo, para aquele consumidor que está negativado por algum motivo.

4. O procedimento virtual costuma ser mais demorado

Muito pelo contrário. Como o procedimento é todo feito online, ou seja, não há necessidade de se deslocar até uma agência, por exemplo, as etapas costumam fluir de maneira muito mais rápida. Tanto o cadastro quanto a análise e todo o processo de aprovação são feitos pela internet.

Os empréstimos online são reconhecidamente mais simples e incorrem a uma agilidade maior. Além disso, a flexibilidade do sistema torna a burocracia operacional menor. Com isso, para aqueles que necessitam de uma liberação de crédito mais rápida e eficiente, a opção online se torna mais atrativa.

5. As chances de cair em um golpe são grandes

As fraudes na web costumam assustar muita gente e não é para menos. Por terem seu negócio associado ao meio online, algumas instituições financeiras são pouco conhecidas, o que leva o consumidor a associá-la a uma maior chance de fraude.

Empresas comprometidas e sérias estão registradas no BC, como já destacamos, além disso, elas contam com processos criteriosos antes de liberar o crédito. Mas, se ainda assim, você se sentir inseguro procure informações em portais renomados de notícia, pesquise junto de clientes avaliações sobre a sua experiência e não deixe de verificar as políticas de proteção de dados.

Muitos sites oferecem verificadores de segurança, além de terem termos de aceite que resguardem o consumidor. Para isso eles contam com ferramentas que ajudam na criptografia de informações, a fim de que elas fiquem protegidas e o consumidor possa fazer com segurança toda a operação. Desde que tomado os devidos cuidados, você estará em segurança.

A ideia do crédito online é trazer mais facilidade e comodidade para o seu dia a dia, sendo uma opção rápida e clara de solicitar empréstimo. Imagine, por exemplo, que você tenha um negócio que precisa de maior capital de giro para poder crescer. Existe a opção de solicitar um valor online para injetar na empresa.

Pensando nisso, a Serasa lançou um buscador de crédito online para microempresários, visando justamente a contratação de crédito de acordo com a necessidade do negócio. Isso ajuda a melhorar a relação de crédito no país e impulsionar o comércio local.

Ficou interessado em conhecer a ferramenta? Entre em contato conosco para entender sobre as nossas soluções!

Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: