Saiba como escolher o ponto de venda ideal para seu negócio

Marketing e Vendas
Publicada em 29/10/2018 - Fonte: Serasa Empreendedor

Para alcançar o sucesso nos negócios, é preciso estar atento a uma série de detalhes, desde os tipos de produtos e/ou serviços que serão comercializados até o ponto de venda. Aliás, garantir que a empresa tenha uma boa localização pode significar o sucesso ou fracasso do negócio.

Acessibilidade e visibilidade são alguns dos critérios que precisam ser levados em consideração antes de escolher o melhor ponto de venda. Ou seja, não adianta apenas dar importância ao aspecto financeiro, escolhendo um lugar pelo preço do aluguel.

Abaixo, listamos tudo o que é mais importante para a escolha mais acertada do ponto de venda. Continue a leitura e confira!

Localização do ponto de venda

Uma das principais regras do marketing, conhecida como 4Ps, considera que, para atingir o sucesso esperado, todo negócio precisa saber combinar quatro fatores:

  • produto;
  • preço;
  • promoção;
  • ponto.

Enquanto os três primeiros podem ser ajustados a qualquer momento, o quesito “ponto” não pode ser alterado de um dia para o outro como se fosse um preço ou promoção. Por isso, ao pensar em criar um negócio, uma das principais preocupações deve ser a escolha do espaço no qual funcionará a empresa.

Ao pensar em uma boa localização, lembre-se de considerar que ela deve ser de fácil acesso, tanto para o cliente que tem meio particular quanto também para aqueles que usam transporte público. É interessante também oferecer facilidades como estacionamento, que pode ser no imóvel ou em local próximo.

Selecione alguns locais de interesse e analise esse critério da localização, assim, você já terá um ponto de partida para definir qual será o melhor espaço. Lembre-se também de que os clientes querem sempre comodidade, ou seja, nada de trajetos complicados e/ou lugares que tenham quaisquer dificuldades de acesso.

Investimento a longo prazo

empreendedor no telefone em seu negócio de sorvetes
Desafios de cada negócio
Normalmente, ao começar um negócio, o empreendedor tem metas a serem atingidas a médio e longo prazo. Esses objetivos podem ser oferecer um mix mais variado de produtos e serviços ou mesmo ter estrutura para atender mais clientes.

Considerando os planos de crescimento, é importante também escolher um ponto de venda que atenderá essas expectativas. Pode ser que algumas adaptações estruturais precisem ser feitas, mas uma mudança para outro imóvel poderá significar prejuízos e, até mesmo, impactar negativamente o número de consumidores.

No começo, principalmente pelo fato de que a empresa ainda não tem grande margem de lucro, é natural pensar em economizar em certos quesitos, como o aluguel. Mas ao pensar a médio e longo prazo, de acordo com o planejamento de expansão do negócio, será muito melhor investir em um imóvel que atenda tanto as perspectivas atuais quanto futuras.

Avaliação da concorrência

Ao contrário do que pode dizer o senso comum, nem sempre é ruim ter concorrência próxima ao seu estabelecimento. Principalmente no comércio, temos alguns bons exemplos de ruas e bairros que se tornaram conhecidos, justamente, por aglomerarem determinados tipos de lojas, como a Rua 25 de março, em São Paulo.

Seus concorrentes poderão ser diretos, que trabalham com a mesma linha de produtos e para um mesmo público-alvo, como também poderão ser indiretos, que oferecem produtos diferentes para um público distinto. Sabendo identificar isso, avalie se o posicionamento desses concorrentes ajudará ou não o fortalecimento do seu negócio.

Em muitas situações, quando há concentração de um mesmo tipo de comércio em uma região, cria-se uma referência para quem busca determinado produto ou serviço. No entanto, não se esqueça de considerar também a demanda, pois nem sempre há clientela suficiente na área escolhida.

Mercado na área escolhida

Preocupe-se em fazer um estudo de mercado para se certificar de que a área escolhida é frequentada pelo público que se pretende atingir. Além do mais, veja se os preços dos seus produtos e serviços são compatíveis com a renda de quem costuma consumir ou vive próximo ao local.

Por exemplo, se você pretende oferecer produtos para um público de alto padrão, entenda que o mercado que está em volta do seu negócio deve seguir o mesmo propósito. Seguindo essa ideia, podem ser consideradas ruas especializadas em determinados tipos de comércio, galerias e shopping centers, por exemplo.

Hoje, nas grandes cidades, até mesmo os shoppings costumam ser segmentados, com espaços de compras dedicados a lojas mais populares, assim como também há os espaços dedicados a atender um público que procura a diferenciação do mercado de luxo.

Perfil do público-alvo

Jovens conversando e se divertindo, independente do seu publico ele devem estar satisfeito com o seu serviço de assinatura.
Entender o público alvo é essencial para qualquer negócio.
Conhecer o perfil do seu público-alvo é importante para escolher o melhor ponto de venda e traçar as estratégias de crescimento mais acertadas. Sabendo quais são as necessidades e expectativas dos clientes, será muito mais fácil planejar todos os passos da empresa para que se conquiste o sucesso desejado.

Por exemplo, se de acordo com o planejamento da empresa a intenção for atingir um público mais popular, o ideal é que o estabelecimento esteja em uma área central, que ofereça diferentes opções de transporte público. Além do mais, o centro das cidades costuma fazer parte do caminho que as pessoas percorrem para ir ao trabalho, ou seja, já existe um alto fluxo de potenciais consumidores.

Por outro lado, consumidores mais exigentes e com maior poder aquisitivo, normalmente, preferem fugir das áreas centrais, preferindo a comodidade de áreas afastadas — desde que elas ofereçam infraestrutura adequada, como estacionamento.

Estrutura do imóvel

Ao pensar no imóvel ideal para a sua empresa, leve em consideração os seguintes detalhes:

  • o tamanho é compatível com as necessidades do negócio?
  • a localização condiz com o valor do aluguel?
  • será preciso investir em reforma e adaptações?
  • quais são as condições do contrato de aluguel?

Todos esses questionamentos servirão para garantir uma análise adequada do imóvel que será escolhido, além do mais, poderá evitar muitas dores de cabeça. Pense no desenvolvimento da empresa e se o espaço será suficiente também no futuro, se será preciso investir muito dinheiro em uma reforma e caso queira encerrar o contrato, quais serão os possíveis impedimentos.

A escolha do ponto de venda depende da análise de diversos fatores, como os que apresentamos aqui. Procure entender as necessidades do seu público, garanta que ele terá as facilidades que deseja — as quais podem ser uma localização central ou estacionamento, por exemplo — e esteja de olho na concorrência.

E associado a todos esses cuidados, não se esqueça de investir também na divulgação e marketing do seu negócio, especialmente no começo. Assim, as chances de atrair e fidelizar bons clientes em seu ponto de venda serão muito maiores.

E se você gostou deste conteúdo, não deixe de compartilhar nas suas redes sociais para que mais pessoas confiram nossas dicas!

Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: