Micro e pequenas empresas com dívidas atrasadas crescem 9,5% em junho, revela Serasa

Notícias
Publicada em 17/08/2018 - Fonte: Serasa Empreendedor
Empreendedor com as mãos na cabeça preocupado com as dívidas

Segundo a Serasa Experian, junho de 2018 registrou 5,174 milhões de micro e pequenas empresas inadimplentes no Brasil. É mais um recorde histórico desde março de 2016, quando teve início a série. Na comparação com o mesmo mês de 2017 (4,727 milhões), o crescimento foi de 9,5%. Na relação com maio deste ano (5,122 milhões), a alta foi de 1,0%.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, diante da lenta retomada do crescimento da economia brasileira, a dificuldade na geração de caixa das pequenas empresas e o aumento do custo de matérias-primas refletiram na evolução da inadimplência entre as MPEs.

MêsMPEs Inadimplentes
abr/185.079.723
mai/185.121.966
jun/185.174.137

Apesar dos consecutivos avanços no indicador, as reduções nas taxas de juros, promovidas ao longo do primeiro semestre de 2018, podem contribuir para a sua estabilização. A avaliação é de que oportunidades para renegociações de contas em atraso – entre elas está o serviço Recupera PJ (www.serasarecupera.com.br) – sejam incentivadas, e venham trazer uma consequente recuperação da capacidade de empresas destes portes de usar novamente o crédito para financiarem seu crescimento.

Entre os setores de mercado, os índices voltaram a apresentar os referenciais de participação de suas atividades entre os 5,174 milhões micros e pequenas empresas brasileiras com CNPJs negativados no sexto mês de 2018. Serviços respondeu por 46,5% do total, seguido pelo Comércio (44,5%) e pela Indústria (8,6%).

Os indicadores por regiões do país também sinalizaram similaridade com patamares observados nos meses anteriores. A maioria absoluta das MPEs que estão vermelho continua concentrada no Sudeste (54,3%). Nordeste (16,1%), Sul (15,8%), Centro-Oeste (8,7%) e Norte (5,2%) repetiram em junho/2018 a sequência já apurada pelo levantamento.

Região% de MPEs Negativadas em Junho/2018
Sudeste54,3%
Nordeste16,1%
Sul15,8%
Centro-Oeste8,7%
Norte5,2%

No topo do ranking estadual de MPEs negativadas, São Paulo figura absoluto e totalizou, em junho deste ano, 1,707 milhão de micros e pequenas empresas inadimplentes, 1,3% superior ao consolidado de maio/2018 (1,686 milhão). A participação paulista permanece equivalente a um terço (33%) de todas as companhias destes portes endividadas no Brasil. As posições seguintes continuam ocupadas por Minas Gerais (11,0%) e Rio de Janeiro (8,3%) – o estado fluminense registrou ainda a maior alta (13,6%) na inadimplência do segmento, na comparação com junho/2017.

Conheça os indicadores de participação de todos os estados:

Estado% de MPEs negativadas
AC0,23%
AL0,82%
AM1,25%
AP0,22%
BA4,83%
CE2,49%
DF1,88%
ES2,00%
GO3,68%
MA1,57%
MG10,95%
MS1,13%
MT2,01%
PA1,90%
PB1,00%
PE2,96%
PI0,69%
PR5,81%
RJ8,30%
RN1,12%
RO0,75%
RR0,17%
RS5,93%
SC4,01%
SE0,62%
SP33,00%
TO0,66%

Veja as grandes dicas que o Samy Dana falou na matéria que saiu na Globo:

  • Capital de giro: muitos empresários erram no capital de giro. Ele é o quanto você precisa para fazer o descasamento entre pagamentos e recebimentos. O mal dimensionamento desse capital pode ser um problema! Exemplo: recebe em 60 dias mas paga fornecedor em 30.
  • Maturidade do negócio: nem sempre um negócio se pagará do dia para a noite, dependendo do ramo pode demorar 1 ano ou mais.
  • Sazonalidade: dentro do ano, existem meses mais tranquilos ou melhores que outros. Atenção aos períodos de vacas magras!
  • Paixão não é suficiente: ser apaixonado pelo que faz é importante, mas não é o suficiente para ter sucesso. Exemplo: se você é apaixonado por culinária, não garante que terá sucesso abrindo um restaurante

Confira o vídeo na íntegra em: https://globoplay.globo.com/v/6943021/

Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: