Como avaliar um parceiro para aquisição de crédito?

Saúde Financeira
Publicada em 12/06/2019 - Fonte: Serasa Empreendedor
aquisição de credito

Expandir o negócio, equilibrar o capital de giro, respirar em um momento de instabilidade econômica. São diversos os motivos que levam uma empresa a recorrer a uma instituição financeira para solicitar um empréstimo. Acertar na hora de buscar um parceiro para aquisição de crédito é, portanto, decisivo para ter sucesso na operação e garantir a estabilidade financeira da empresa.

Entre as dicas para garantir uma boa escolha estão histórico com os clientes, tempo de mercado, variedade de linhas disponíveis, taxas e juros cobrados. Entenda como avaliar um parceiro para aquisição de crédito!

Veja o histórico com os clientes

Uma das formas de avaliar um possível parceiro para solicitar crédito é verificar qual o histórico da empresa com clientes. A internet é um bom ponto de partida para descobrir qual é a avaliação da instituição financeira em relação a taxas cobradas, juros e condições oferecidas para empréstimo.

Caso a empresa tenha muitas avaliações negativas, sinal vermelho. É possível que ela não cumpra o que promete antes da assinatura do contrato.

Pesquise o tempo de mercado

Avaliar um parceiro para aquisição de crédito passa também por pesquisar o tempo que a empresa tem de mercado. Para não ter dor de cabeça no futuro, é importante optar por instituições sólidas, confiáveis e com uma boa reputação no mercado. Empresas muito novas podem ainda não ter a experiência necessária para oferecer a sua empresa as melhores opções de crédito para suas necessidades.

Além disso, desconfie de empresas que oferecem condições e valores que fogem muito da média das concorrentes. Pode ser golpe! Prefira marcas conhecidas e consolidadas, que ofereçam linhas de crédito alinhadas com as tendências de mercado.

Confira a variedade de linhas de crédito disponíveis

O melhor parceiro para aquisição de crédito é aquele que oferece uma linha sob medida para as necessidades e possibilidades da sua empresa. Nesse sentido, pesquise quais são os produtos oferecidos pela instituição financeira para avaliar se eles atendem ao que seu negócio precisa.

O ideal é buscar um parceiro que tenha produtos alinhados com o que empresas do porte da sua necessitam. De nada adianta solicitar um empréstimo em instituições que exigem um faturamento muito além do que sua empresa tem.

Busque instituições que tenham mix variado de linhas de crédito e que ofereçam produtos diferenciados, adequados aos mais diferentes objetivos. Se sua empresa precisa de mais capital de giro, por exemplo, o ideal é buscar um parceiro que ofereça linha de crédito específica para essa necessidade.

Confirme as taxas cobradas

Um ponto central na hora de pesquisar sobre possíveis parceiros para aquisição de crédito é a tabela de tarifas cobradas. É essencial ter atenção e verificar todas as taxas cobradas na contratação do empréstimo, como tarifas de administração, Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e Custo Efetivo Total (CET).

Muitas vezes, as taxas cobradas na aquisição de um empréstimo variam de acordo com o relacionamento que a empresa tem com a instituição financeira. Por isso, pode valer a pena começar sua pesquisa pelo banco em que seu negócio tem conta.

Converse com o gerente. Explique suas necessidades e apresente algumas opções de crédito oferecidas pelo mercado para negociar melhores condições e adquirir seu empréstimo na instituição financeira.

Compare os juros

Os juros cobrados são decisivos no momento de decidir qual será o melhor parceiro para aquisição de crédito. Uma forma de começar sua pesquisa é pela tabela disponibilizada pelo Banco Central.

Diversos fatores são considerados na hora de um banco definir a taxa de juros que será cobrada, como custos de manutenção do serviço e risco de crédito. Com isso, os juros de um empréstimo consignado costumam ser mais baixos do que o do crédito pessoal, por exemplo.

Com isso em mente, saiba que quanto mais garantias sua empresa oferecer para a instituição financeira, menores serão os juros cobrados pelo empréstimo, já que o banco corre menos risco de inadimplência.

Avalie se as linhas de crédito atendem as suas necessidades

A aquisição de crédito pode ser solicitada por uma empresa para os mais diversos parceiros. No entanto, além de avaliar o histórico das instituições com os clientes, as taxas cobradas e a reputação da empresa no mercado, é preciso ir mais longe.

Verifique se os produtos oferecidos e as condições do empréstimo realmente atendem às possibilidades da sua empresa. De nada adianta solicitar crédito para financiar equipamentos de tecnologia se o que seu negócio precisa é de mais capital de giro.

Na hora de pesquisar um possível parceiro, avalie também o fator flexibilidade. Veja qual é o prazo para pagamento (sempre lembrando que quanto mais tempo levar para pagar, maiores são os juros), o que é financiado e as garantias exigidas pela instituição financeira.

Cheque as condições exigidas

Achar a melhor instituição financeira para solicitar o seu crédito é importante. No entanto, é preciso checar também se sua empresa atende às condições exigidas para a aprovação do empréstimo.

Entre os pontos que são avaliados por bancos, financeiras e cooperativas de crédito para empréstimos para empresas estão faturamento bruto anual, valor solicitado, além de requisitos básicos, como ter aprovação cadastral e de crédito.

Desconfie de empresas que oferecem crédito sem checar os antecedentes da sua empresa. É importante também ficar atento para não pagar nada antes de receber o crédito. Algumas instituições cobram tarifa de cadastro (que varia de banco para banco), mas nenhuma empresa deve pedir nenhum tipo de sinal antes de depositar o crédito solicitado.

Escolher o parceiro para aquisição de crédito é uma decisão muito importante, que impacta significativamente a estabilidade financeira do seu negócio. Entre as dicas para não errar na hora de selecionar a instituição estão avaliar o histórico com clientes, o tempo de mercado e a variedade de linhas de crédito oferecidas.

As taxas cobradas e os juros para esse tipo de operação também não devem ficar de fora do radar. Faça uma pesquisa, compare valores e condições. Dessa forma, você terá certeza de que fez a melhor escolha para seu negócio!

Quer ter acesso a conteúdos incríveis sobre gestão e finanças? Assine agora mesmo a nossa newsletter!

Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: